A Prefeitura do Natal, através da Secretaria de Cultura (Secult/Funcarte) promove neste sábado (25) e domingo (26), a “Mostra de Cenas Curtas”, dentro da primeira etapa do Edital Cena Processo. A mostra acontece no CEU (Centro de Arte de Esporte Unificado) Mestre Manoel Marinheiro, no bairro de Felipe Camarão, a partir das 14h.

Serão cinco apresentações por dia. No sábado (25), tem “Apático”, de Moisés José Sousa Ferreira. “Pelo Pescoço”, com Ana Cláudia Albano e Mariana Hardi; “Instruções para Abraçar o Ar”, de Diogo de Oliveira Spinelli; “Provisório”, de Thayanne Percilla Santos de Azevedo e “Sinto Muito”, Fernanda Cunha Nascimento.

No domingo (26), “A Caligrafia de Dona Sofia”, de Camille Carvalho Bezerra, “Fogo de Palha”, de Bárbara Cristina Nascimento Nunes;  “A Hora do Chá”, de Arlindo Bezerra da Silva Júnior;  “Estado Transitório”, de Rene Luiz Júnior e  “ConSertos para um Jovem Quixote”, de Eduardo Augusto de Andrade Galvão.

Sobre o Cena Processo

O edital Cena Processo foi elaborado pela Secult-Funcarte para regulamentar o processo de seleção de grupos e artistas cênicos independentes potiguares. Segundo o secretário de Cultura de Natal. Dácio Galvão: “O Cena Processo proporciona ao público o acesso democrático ao teatro. Estimula a criação, promove o intercâmbio de artistas cênicos e fomenta o desenvolvimento da linguagem teatral da cidade, abrindo espaço para nossos atores, diretores e dramaturgos”, avalia.

No total foram selecionados 10 projetos de grupos e/ou artistas cênicos independentes do Rio Grande do Norte para um processo de montagem escalonado e competitivo, com uma primeira etapa de cenas curtas com 15 minutos de duração e a seleção de uma cena para ser desenvolvida até o estágio de espetáculo.

 

Mostra de Cenas Curtas – Edital Cena Processo

Sábado (25) e domingo (26), às 14h

No CEU Mestre Manoel Marinheiro, em Felipe Camarão

 

 

Programação:

Sábado, 25 de agosto de 2018, às 14h:

  1. “Apático”, de Moisés José Sousa Ferreira
  2. “Pelo Pescoço”, com Ana Cláudia Albano e Mariana Hardi (prod.)
  3. “Instruções para Abraçar o Ar”, de Diogo de Oliveira Spinelli
  4. “Provisório”, de Thayanne Percilla Santos de Azevedo
  5. “Sinto Muito”, Fernanda Cunha Nascimento

 

Domingo, 26 de agosto de 2018, às 14h:

  1. “A Caligrafia de Dona Sofia”, de Camille Carvalho Bezerra
  2. “Fogo de Palha”, de Bárbara Cristina Nascimento Nunes
  3. “A Hora do Chá”, de Arlindo Bezerra da Silva Júnior (prod.)
  4. “Estado Transitório”, de Rene Luiz Júnior
  5. “ConSertos para um Jovem Quixote”, de Eduardo Augusto de Andrade Galvão