juliê

O Projeto “Culturas da Minha Terra”, proposto por Priscila Juliê, roteirista, diretora e instrutora de arte e cultura, aprovado na Lei Rouanet e contando com o patrocínio da Rousselot Gelatinas, passou por Natal, realizando entrevistas e oficina de cinema.

“Graças a este patrocínio, as filmagens e oficinas de cinema estão sendo realizadas em mais de 10 cidades brasileiras, que, além de exibir a cultura da nossa terra, é possível aproximar mais de 500 jovens por meio da prática com o audiovisual”, explica Priscila.

O documentário “Culturas da Minha Terra” terá a duração de 45 minutos e será lançado em 2015, participando de Festivais Nacionais e Internacionais de Cinema. O objetivo é exibir as diversas culturas brasileiras.

As filmagens foram iniciadas em março, sendo que a a equipe já realizou entrevistas e oficinas de cinema em Amparo-SP, José Bonifácio-SP, Itumbiara-GO e Paraty-RJ. No último dia 05, foram feitas gravações em Natal-RN, no Forró com Turista, retratando esta cultura fantástica da cidade. Francisco Barbosa de Albuquerque, conhecido como Barbosa, idealizador e organizador do evento que acontece todas às quintas-feiras, além de Moacir do Repente, repentista da casa, foram entrevistados e farão parte do documentário em questão.

Além disso, no dia 07, as famosas Rendeiras de Ponta Negra e Joca, foram entrevistados e também farão parte do documentário.

A oficina de cinema foi realizada dia 09, na Escola Djalma Maranhão, localizada no Bairro Felipe Camarão. Os alunos realizaram um video sobre curiosidades do dia-a-dia escolar. Esta ação foi intermediada pela FUNCARTE.

Priscila destaca a grande importância deste incentivo fiscal, oferecido pelo governo Federal, onde empresas tributadas pelo lucro real, podem doar até 4% do Imposto de Renda devido para projetos aprovados na Lei Rouanet. “O dinheiro destinado ao imposto já deve ser pago, portanto, nada melhor do que a empresa destinar e acompanhar pelo menos parte deste valor (4%) que será aplicado na sua própria comunidade, por exemplo.

“Acredito que, com o apoio dos empresários que tem visão e optam por contribuir com projetos como este e como tantos outros bons por aí, é possível fazer a diferença na vida de milhares de pessoas, por meio de uma iniciativa bem simples e assertiva”, afirma Priscila.

A equipe do documentário Culturas da Minha Terra agradece a todas as pessoas de Natal, envolvidas direta e indiretamente, por toda receptividade e colaboração.