Queima de fogos: um dos pontos altos do Natal em Natal. Foto: Canindé Soares

Queima de fogos: um dos pontos altos do Natal em Natal. Foto: Canindé Soares

 

A Secretaria Municipal de Cultura (Secult/Funcarte) vem através deste comunicado responder a notícia maldosa, infundada e carente de dados corretos publicada pelo portal Agora RN e replicada pelo blog O Potiguar sobre os shows realizados no projeto “Natal em Natal”, “Aniversário da Cidade do Natal”e “Festa de Santos Reis”, organizados pela Prefeitura do Natal.

Entre novembro e janeiro deste ano foram realizados 90 shows musicais nos seguintes palcos: Árvore de Mirassol, Arena das Dunas, pátio do ginásio Nélio Dias e festa de Santos Reis (de hoje até a terça-feira, dia 5).

Destas 90 apresentações citadas, apenas 12 delas foram atrações nacionais. E TODAS estas atrações foram INTEGRALMENTE pagas pelo MINISTÉRIO DO TURISMO através de convênio firmado com município. Coube ao MINISTÉRIO DO TURISMO o pagamento integral dos cachês dos shows e toda a logística, de passagem, hospedagem e alimentação. Não foi pago pelo Prefeitura do Natal como  (des) informa a notícia.

A reportagem, de forma maldosa, não cita esta informação fundamental e tenta criar uma confusão de informações entre valores pagos pelo Ministério do Turismo nestes 12 shows “colocados” no Natal em Natal com valores pagos pelo município de Natal através de edital público (variando entre R$ 5 mil e R$ 6 mil).

Vale salientar também que todos os artistas que se apresentaram no Natal em Natal concorreram através de edital público, debatido e elaborado por integrantes da cena musical da cidade.  Não fosse o aporte dos Ministérios do Turismo e da Cultura – juntamente com a utilização de Renúncia Fiscal através de Lei Federal – não teria sido possível a manutenção do principal projeto cultural da cidade.

Todos os projetos elaborados pela Prefeitura do Natal são debatidos com a classe artística. Foi assim por exemplo na parceria com a Remuin (Rede de Música Independente de Natal) que através de emenda parlamentar da vereadora Amanda Gurgel executada pela Prefeitura do Natal onde houve a destinação de R$ 100 mil para a realização de 20 shows na Árvore de Mirassol.

Da mesma forma os aportes da emenda parlamentar do vereador Ubaldo Fernandes (PMDB) para a realização dos shows na festa de Santos Reis.

Lamentamos que o texto não levante os aspectos positivos do Natal em Natal. A geração de emprego, renda, valorização da nossa cultura, o grande fluxo de turistas que a cidade recebeu nestes meses chegando a 100% de ocupação.

O veículo tem a intenção clara em confundir o leitor, não apresentando a realidade financeira dos pagamentos, convênios e valores praticados. Tudo aquilo que deve ser regra básica do bom jornalismo.

Por fim, nós colocamos à disposição para qualquer esclarecimento

 

Atenciosamente

Dionísio Outeda

Assessoria de Imprensa Secult/Funcarte